Alunos e professores fazem recital em homenagem a Carlos Gomes

13/09/2019 11h30 - Atualizada em 13/09/2019 12h47
Por Mayave Ribeiro (FCG)

A Fundação Carlos Gomes (FCG) e o Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) realizarão, no dia 16 de setembro (segunda-feira), às 18 horas, na Sala Ettore Bosio (Av. Gentil Bitencourt, 977 – Nazaré), um recital em homenagem ao maestro, compositor, patrono e primeiro diretor da instituição, Antônio Carlos Gomes. Na programação musical, que vai reunir professores e alunos do IECG, terá fanfarra do Grupo Coral de Trombones e ainda quarteto de piano, performances de canto lírico solo e Coro Carlos Gomes. A entrada é franca.

Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) Brenda Ingrid, 24 anos, é uma das alunas do curso de Canto Lírico do IECG, a jovem conta como é emocionante participar de um evento em homenagem ao patrono do lugar onde estuda. “Estou muito grata em ter a oportunidade de participar dessa homenagem, pois sem dúvida, Carlos Gomes tem uma grande representação junto ao povo paraense e, como aluna de canto e coralista do Coro Carlos Gomes, devo dizer que é uma emoção muito grande cantar uma de suas obras operísticas: "O Guarani". Esta obra traz em seu argumento a formação do povo brasileiro, com todo o processo de miscigenação, é muito bonita e significativa”, conta a jovem.

Repertório – Na abertura do evento, que começará às 18 horas, o Grupo de Trombones irá tocar composições de fanfarra no jardim do IECG. Após a homanagem no jardim, será a vez do Quarteto de Piano interpretar, na Sala Ettore Bosio, a obra Protofonia de “IL Guaracy”. Seguindo as homangens, os alunos e professores do curso de canto lírico apresentarão composições diversas e, para encerrar o recital, o Coro Carlos Gomes irá cantar o Coro da Ópera “IL Guarany” – III ato – Cor dos Aymoresm com acompanhamento ao piano de Sergio Sena.

Antônio Carlos Gomes foi o mais importante compositor brasileiro do século XIX e o maior compositor de óperas das Américas. Nasceu em Campinas (SP) em 11 de julho de 1836 e morreu em 16 de setembro de 1896 na cidade de Belém do Pará. Foi também o mais importante compositor de ópera brasileiro e é reconhecido como um dos mestres da ópera romântica. Destacou-se por esse estilo, com o qual obteve carreira de destaque na Europa. O maestro foi o primeiro brasileiro a ter suas obras apresentadas no Teatro Alla Scala, em Milão, na Itália. No site da Fundação Carlos Gomes é possível conhecer mais sobre a história do maestro, que foi convidado para dirigir o Conservatório de Música no ano de 1895. 

 Programação musical a partir das 18 horas:

Abertura: Fanfarra com o Grupo de Trombones do IECG, Jardim do IECG

Homenagem: Protofonia de “IL Guaracy” com Quarteto de Piano

- com Gelda Silava, Ivana Pires, Lucia Azevedo e Adriana Azulay

Números de Canto e Piano

- Suspiro d’alma, com Elizabethe Moura (soprano)

- Civentuolla, com Dulcianne Ribeiro (soprano)

- Conselhos, com Adriane Leite (soprano)

- Quem sabe?, com Hosana Ramos (soprano)

- Cos’è I’lamore, com Milton Monte (barítono)

- Bella ninfa de minh’alma, com Andrew Lima (tenor)

- Sul lago di Como, com Dulcianne Ribeiro (soprano)

- Mia Piccirella, com Ione Carvalho (soprano)

- Gentili di cuore, com Kézia Andrade (soprano)

- O Ciel di Parahyba, com Lanna Bastos (soprano)

- C’era uma volta um príncipe, com Kézia Andrade (soprano)

Era um Tramonto D’Oro, com Idaias Souto (barítono)

Coro da Ópera “IL Guarany” – III ato – Cor dos Aymores

- Coro Carlos Gomes com regência de Maria Antônia Jiménez e acompanhamento ao piano de Sergio Sena

Serviço: A Fundação Carlos Gomes (FCG) e Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) realizam no dia 16 de setembro (segunda-feira), às 18 horas, na Sala Ettore Bosio (Av. Gentil Bitencourt, 977 – Nazaré), um recital em homenagem ao aniversário de 123 anos da morte do maestro e compositor Carlos Gomes. Na programação musical, terá fanfarra do Grupo Coral de Trombones e ainda quarteto de piano, performances de canto lírico solo e Coro Carlos Gomes. A entrada é franca.