Governo do Estado segue com obras em fase final dos sistemas de abastecimento de água de Primavera, Tracuateua e Ourém

Com o acréscimo no serviço, o sistema passará a atender, ao todo, 11.300 pessoas.

14/11/2019 17h05
Por Barbara Brilhante (SEDOP)

Os sistemas de abastecimento de água dos municípios de Primavera e Tracuateua, no Nordeste do Pará, devem ser inaugurados até final deste ano, de acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop). Em Ourém, na mesma região, as obras seguem em fase de conclusão. Ao todo, os serviços beneficiarão 32 mil moradores. 

As obras iniciaram em 2012, através do acordo entre o Governo do Estado e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), mas seguiram em ritmo lento até o início do ano. “Neste primeiro ano de gestão, tivemos como principal meta retomar obras que vinham se arrastando há algum tempo. Conseguimos acelerar o ritmo e concluí-las. Agora, estamos apenas finalizando alguns detalhes e a parte burocrática para entregar o serviço aos moradores”, explicou o secretário adjunto de Gestão e Desenvolvimento Urbano da Sedop, Valdir Acatauassu.

Em Primavera, o investimento chega a R$ 2 milhões. O sistema é composto por uma rede de distribuição de 13.600 metros e abastece 1.103 residências. “A rede foi interligada às casas e a água já está nas torneiras”, complementou Valdir.   

Fabiola de Moraes é moradora de Primavera há 30 anos. Segundo ela, esta é a primeira vez que vê a água chegar a sua casa. “Antes, eu precisava pedir aos meus vizinhos, que têm poço artesiano, a água que utilizava para o dia a dia. Era preciso armazenar”, disse.

“Esse novo sistema surgiu como uma esperança muito grande de dias melhores, porque o problema da água na cidade sempre foi crítico. Hoje, é gratificante ouvir de pessoas que há mais de dez anos não tomavam banho de chuveiro, mas que agora vão conseguir fazer isso”, comemorou a prefeita de Primavera, Renata Sousa.  

Em Tracuateua, a Sedop desenvolve a ampliação do sistema de abastecimento que já existia na cidade, gerenciado pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa).  “A obra está em fase de conclusão. A empresa está providenciando a ligação de energia definitiva, que é a última fase do projeto. Até o final deste ano, o serviço estará disponível à população”, explicou o secretário Valdir.

No município de Ourém, a previsão é chegar a 1.020 residências. “As obras entraram em sua última etapa. Aqui, a previsão é inaugurar até o primeiro semestre de 2020. É a nossa vontade”, ressaltou o secretário.

No local, o investimento chega aos R$ 3 milhões. O sistema terá uma rede de distribuição que chegará aos 19.343 metros.