Governo entrega nova Central de Triagem de Abaetetuba

Unidade prisional segue os padrões federais e dispõe mais de 300 novas vagas para o regime fechado

15/11/2019 19h40 - Atualizada em 16/11/2019 15h56
Por Larissa Noguchi (SECOM)

Obra estava parada e foi retomada pelo governo do Estado em 2019O governador do Estado, Helder Barbalho, entregou, na tarde desta sexta-feira (15), a nova Central de Triagem de Abaetetuba, na região do Baixo Tocantins. A unidade foi reconstruída e ampliada, e agora vai dispor de 306 novas vagas, que passam a ser ofertadas para custodiar internos do regime fechado. A cerimônia de inauguração contou com a presença do secretário Extraordinário para Assuntos Penitenciários, Jarbas Vasconcelos, e demais autoridades do governo.

A nova unidade garante maior segurança e dignidade para o cumprimento de pena, além de espaços destinados para reinserção social, biblioteca, salas de aula, consultórios médicos e odontológicos.

Complexo possui salas equipadas para atendimento médico e odontológico dos internos custodiados“Até o final do ano, devemos entregar 2.291 novas vagas no sistema prisional, o que corresponde a quase 25% a mais do que o atual sistema permite. Nós, com o esforço de gestão, retomamos obras paradas e podemos pensar em conjunto numa equalização desse sistema e poder desafogar a superlotação”, ressaltou Jarbas Vasconcelos.

O funcionamento do complexo está em acordo com os novos procedimentos de segurança e portarias estabelecidas pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), seguindo as diretrizes do sistema federal, com base no Departamento Penitenciário Nacional (Depen). As celas não tem tomadas elétricas, o que dificulta a utilização de celulares, além de não permitir o contato direto com o agente penitenciário para abertura e fechamento das celas, o que evita motim.

A obra custou cerca de R$ 10 milhões em um contrato de repasse do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) com a Caixa Econômica.

O governador do Pará ressaltou que, desde que novas medidas de segurança foram adotadas pelo Estado, os números de homicídios diminuíram 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

“Nós temos a clareza do papel do sistema penal dentro da estratégia integrada de segurança pública. Assegurar que as casas penais estarão sob absoluto domínio do Estado, não permitindo que seja ambiente de ideias e estratégias para a construção do crime nas ruas, é central no nosso governo” - Governador Helder Barbalho.

A antiga Central de Triagem do município de Abaetetuba continuará funcionando. Em breve, serão abertas 306 novas vagas no sistema penal em Tucuruí e mais 306 em Parauapebas.

Leia também:

Internos são transferidos para a nova Central de Triagem de Abaetetuba