Sistema penitenciário estadual recebe reforço de medicamentos contra a Covid-19

Remédios vão ajudar no tratamento dos internos acometidos pela doença

22/05/2020 17h25 - Atualizada em 22/05/2020 17h32
Por Vanessa Van Rooijen (SEAP)

Para fortalecer o tratamento no combate à Covid-19, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), recebeu por meio dos Recursos Federais do Fundo Penitenciário Nacional (FUNPEN), enviados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (SESPA), medicamentos para ajudar no tratamento dos internos acometidos da Covid-19.

Os medicamentos foram adquiridos, visando compor o Estoque Estratégico de Retaguarda da SEAP. As medicações estão pautadas nas Notas Técnicas 05 e 06/2020 – DEAF/SESPA, que orienta o uso da Hidroxicloroquina, Cloroquina e Azitromicina para o tratamento.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (SESPA) avaliou, após estudos de evidências sobre a eficácia na utilização desses medicamentos no tratamento da doença, passando a indicar o uso na rede pública de saúde do Estado do Pará.

Em todos os contextos, a prescrição caberá ao profissional médico, em decisão compartilhada com o interno/paciente, após uma detalhada explicação de que não existe, até o momento, comprovação de qualquer benefício ao tratamento para o novo coronavírus, além de esclarecer os efeitos colaterais possíveis. 

Para dar continuidade ao suporte nas ações de limpezas - que já são realizadas diariamente em todas as casas penais -, as unidades prisionais também irão receber mais equipamentos de proteção individuais para os profissionais de saúde e para os agentes prisionais. Foram enviados: Mascaras cirúrgicas descartáveis, luvas, álcool em gel 70% e garrafas de 2 litros de álcool liquido 70%. 

Todas as casas penais do estado irão receber os medicamentos e os materiais de higienização. "A Distribuição desses materiais visa dotar as unidades penitenciárias de insumos que possibilitem a prevenção contra a entrada e principalmente evitar a disseminação do coronavírus nas unidades penitenciárias do Estado do Pará, criando um ambiente higienizado, com os insumos para a proteção individual dos agentes penitenciários e dos internos do Sistema Penal", ressalta a Diretora de Logística, Patrimônio e Infraestrutura (DLPI), Kamila Costa.