Governo do Estado lança programa 'Pré-operatório rápido' para zerar filas de espera

15/10/2020 16h57 - Atualizada em 15/10/2020 18h14
Por Caroliny Pinho (SESPA)

O governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), lançou nesta quinta-feira (15) o programa “Pré-operatório rápido”, como mais uma ação para acelerar procedimentos e zerar filas de espera em todo o Pará. O programa vai tornar os atendimentos mais ágeis e dar mais praticidade ao paciente que poderá fazer todos os seus exames em um único dia.

O programa é voltado à realização de exames pré-operatórios para qualquer modalidade cirúrgica. O paciente será atendido por um cardiologista e um anestesista e em seguida fará exames gerais como eletrocardiograma, raio-x e de sangue, sendo que quem precisar de exames mais específicos sairá da Policlínica com a consulta já marcada.

"Este programa vai permitir que, rapidamente, consigamos que estas cirurgias e exames que acumularam extraordinariamente durante a pandemia sejam logo atendidos. O nosso objetivo é que, com eficiência, ação, iniciativa e com criatividade, seja possível fazer o serviço público com a excelência devida que cada cidadão e cidadã do Estado merece", afirmou o governador Helder Barbalho durante o pronunciamento de lançamento.

De acordo com o secretário da Sespa, Rômulo Rodovalho, os pacientes acabavam, muitas vezes, perdendo a cirurgia, pois não conseguiam marcar seus exames pré-operatórios a tempo e quando a cirurgia estava próxima eles já estavam desatualizados. "Por isso, o nosso objetivo é tornar esse processo cada vez mais rápido, prático e humanizado para os pacientes”.

O atendimento será feito por demanda espontânea com a Autorização de Internação Hospitalar (AIH) que deve ser apresentada pelo próprio paciente. A ideia é que toda a marcação de dia e horário da consulta seja feita através da Central de Atendimento nos telefones 4005-0510, 98521-5110 (para consultas e agendas), 98564-7638 (exames) e 98526-9319 (outros atendimentos).

“O paciente não precisará ir a Policlínica para fazer o agendamento. Ele mandará mensagens para o nosso número de WhatsApp e lá será atendido pela nossa equipe que passará as orientações sobre dia e horário da consulta, com chegada antecipada de 40 minutos, além dos documentos necessários. Nossa intenção é otimizar o tempo do paciente o máximo possível", afirma Liliam Gomes, Diretora Executiva da Policlínica. 

Serão ofertados 2 mil atendimentos mensais que acontecerão de segunda a sexta-feira, de 7h às 19h. A expetativa é receber pessoas do interior do Estado, por isso a intenção é que pelo menos 80% das pessoas que procurarem o serviço sejam atendidas em um único dia, ou seja, que já saiam do local com todos os resultados dos exames e sem a necessidade de retornar a Policlínica.

Segundo a equipe responsável pelo atendimento algumas orientações são necessárias para quem buscar pelo serviço:

► Levar toda a documentação solicitada durante a marcação da consulta;

► Chegar 40 minutos antes da consulta para evitar fila de espera e aglomerações;

► Estar em jejum;

► O paciente sairá do local com os exames em mãos, mas deverá, por conta própria, marcar sua consulta para a cirurgia;

Serão atendidos, em média, 100 pacientes por dia, sendo que desse total 30 vagas serão destinadas a clínica médica pediátrica.