Moradores de Belém e Santarém concluem curso gratuito da Cosanpa

21/11/2020 12h48 - Atualizada em 21/11/2020 15h40
Por Tayná Horiguchi (COSANPA)

Foi uma semana de muito aprendizado para moradores do bairro Maracangalha, em Belém, e do Maicá, em Santarém. Na sexta-feira (20), 40 paraenses concluíram o curso de produção de enfeites natalinos com material reciclável.

Usando CD´s, garrafas PET e retalhos de tecido, as participantes tiveram a oportunidade de aprender a confeccionar artigos de natal. Dona Maria, de 78 anos, foi uma das participantes do curso realizado em Santarém. “Estou amando, vou fazer isso para ganhar um dinheirinho a mais. Agradeço muito à Cosanpa pela oportunidade de me ensinar”, agradeceu Maria Luz.

Além de aprenderem sobre a importância da reciclagem e transformar o que iria para o lixo com as próprias mãos, o curso ainda pode ser uma motivação para um novo ofício e ajudar na renda da família. Maria Conceição é artesã e pretende reproduzir o que aprendeu para ter um ganho extra no período de Natal. “Eu aprendi muita coisa, gostei muito do curso, vou incrementar na minha renda. Eu já sou artesã e o que aprendi aqui veio somar com o meu conhecimento. Gostei muito”, disse.

O curso gratuito é oferecido pelo setor de programas sociais da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), que realiza ações educativas, informativas e sociais nos municípios onde há obras em andamento.

Em Belém, André Luiz Silva foi um dos participantes e contou um pouco da experiência dele. “Foi uma maravilha. Aprendi muita coisa, uma delas foi desenvolver minha coordenação motora, espero que este curso possa atender outras pessoas. É uma ótima iniciativa da Cosanpa para atender cidadãos de baixa renda”.

Na próxima semana, serão realizados cursos de produção de doces e salgados natalinos nos municípios de Castanhal, nordeste paraense, e em Breves, na ilha do Marajó.

“Esse curso foi demais proveitoso, uma vez que a gente aprende a reciclar material que iria para o lixo. Vai me ajudar grandemente, porque eu não vou precisar comprar material e vai me ajudar financeiramente, porque reaproveitando o que iria para o lixo, eu agora vou poder vender.