Estado deve vacinar população adulta paraense até final de setembro de 2021

08/06/2021 12h31 - Atualizada em 09/06/2021 12h14

Até o final de setembro de 2021, toda população adulta paraense, a partir dos 18 anos de idade, deverá ser vacinada com a primeira dose contra a Covid-19, no Pará. A boa notícia foi divulgada pelo Governador do Estado, Helder Barbalho, por meio das redes sociais, no final da manhã desta terça-feira, (08). 

"Nós estávamos analisando o calendário de recebimento da vacina contra o coronavírus, para que pudéssemos estimar até em que prazo estaremos vacinando toda a população adulta do Pará, e queria anunciar que até o final de setembro de 2021, todos os paraenses, de 18 anos para mais, já estarão vacinados com a primeira dose. Essa é uma conquista fundamental para salvar a vida da população", disse o governador Helder Barbalho.

Ainda na mensagem, o chefe do Poder Executivo Estadual, pediu que a população continue com os cuidados básicos para evitar infecções pela doença. "Também peço que cada um continue usando máscara e se protegendo. Olhe o cronograma, calendário, e venha se vacinar. Se vacine com a primeira dose, com a segunda dose, para que possa estar protegido. Vamos vacinar juntos, portanto, até o final de setembro, antes do Círio, para que juntos possamos salvar vidas e nos proteger", completou.

Calendário - Ainda de acordo com o pronunciamento do governador, o calendário de vacinação será organizado da seguinte forma:

Junho - Pessoas com idade entre 50 e 59 anos.

Julho - Pessoas entre 40 e 49 anos.

Agosto - Pessoas entre 30 e 39 anos.

Setembro - Pessoas entre 18 e 29 anos.

Vacinação - Até o momento, o Pará recebeu do Ministério da Saúde. 3.327.390 doses, sendo 1.239.440 da CoronaVac, 1.994.350 da Oxford/AstraZeneca e 93.600 da Pfizer. O Estado repassa às prefeituras, as remessas enviadas pelo Ministério da Saúde. O envio é feito por vias terrestre, aérea e fluvial, e conta com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

"A Secretaria já está preparada para dar andamento, o mais rápido possível, a toda estratégia de vacinação, conforme os recebimentos por parte do Ministério da Saúde. Mesmo com um Estado continental como é o Pará, nossa logística está afinada e consegue distribuir as vacinas aos centros regionais de saúde, em todo o Estado, em até 48h da chegada das doses. Vale ressaltar que cabe aos municípios, a execução das vacinas e é muito importante também que a população compareça aos postos, conforme calendários municipais de vacinação", destacou o secretário de Estado de Saúde, Rômulo Rodovalho.

Por Bruno Magno (CPH)